16.2.07

Um desconectado na vida.

Carnaval chegando, cada um na sua, a maioria da população cai na folia. Entretanto existem aqueles que remam contra a maré, viajam pra praia, montanha, fazendas e sítios, seja para onde fôr, mas saem da cidade e se afastam da batucada. Com essa decisão e como a maioria não tem laptop ou vai para onde não há acesso a internet, gera-se assim uma grande migração temporária de urbanóides órfãos da rede por estarem desconectados. Ass reações são as mais diversas, uns ficam impacientes, indóceis, outros não estão nem aí, até gostam. Eu, embora não vá viajar, provávelmente ficarei offline, haja visto não ser o feliz de um computador pessoal. Entretanto não vou me descabelar, embora não negue que vou sentir falta já que estou acostumado a acessar todo dia. O negócio é curtir cada momento conforme aconteça, sendo sempre feliz na graça de Deus. Embora eu não esteja na minha melhor forma física, sou um gato fofo, gordo não, com excesso de gostosura, pronto para ver uns filminhos e passar longe da zoeira , de papo pro ar até a coisa voltar ao normal e o país começar a funcionar em 2007.

Nenhum comentário: