8.3.07

O dia Internacional da Mulher, a melhor metade da raça.

Satélite

Como diz a sabedoria popular, muitas vezes da lama nascem as mais bonitas flores. Da tragédia perpetrada pelos patroes e polícia naquele distante 8 de março de 1857, quando chacinaram 129 operárias de uma fábrica de tecidos, queimadas vivas, nasceu a consciência da necessidade da valorização da mulher assim como o dia comemorado hoje. Em vários locais do mundo a mulher não tem voz e isso é patente. Aqui a minha amiga Sandra Bose fala sobre a situação na Índia:


"Já é meio-dia e meio aqui e o clima não é de festa. Pelo contrário, o clima é de indignação e vergonha.

Na mídia, quem mais cobre o Dia Internacional da Mulher são os jornais e canais de TV em inglês. Os em Hindi e Bengalês apenas mencionam rapidamente sem se aprofundarem no assunto. Os em outras lí­nguas eu não entendo e fico devendo, afinal são 16 lí­nguas oficiais aqui na Índia.

O jornal The Times of India não deu parabéns e nem comentou que é um dia para as mulheres celebrarem. Logo na primeira página lançou dados estatísticos aterrorizantes baseados no censo de 2001, como forma de alertar o governo para os graves problemas enfrentados pelas indianas.

- Analfabetismo:
46% mulheres
24% homens

- No Parlamento:
9% mulheres
91% homens

- Trabalhando:
21% mulheres
54% homens

Aqui as mulheres não vivem muito mais que os homens não.A expectativa de vida para mulheres é de 65 anos e para os homens 64, ou seja, só 1 ano de diferença.

54% das mulheres grávidas são anémicas.
57% dos partos são feitos em casa sem assistência médica ou acompanhamento pré-natal.

O salário das mulheres na zona rural é 65% menor em relação ao salário dos homens e nas cidades é ainda menor, diferença de 61%.

Para cerca de cada 13.553 cirurgia feitas em homens somente 9.400 são feitas em mulheres. O único departamento que favorece mais as mulheres é a oftalmologia onde 53% dos pacientes são mulheres."

No link acima você verá o que as outras brasileiras estão vivenciando em vários países pelo mundo afora. Caso queira vivenciar mais a experiência da Sandra na Índia, é só ir ao blog dela. Boa viagem!
Parabéns a todas vocês, lindas mulheres do mundo!

Nenhum comentário: