12.3.07

Napalm, o cruel prazer de fazer sofrer

















"Napalm é um produto inflamá vel utilizado como armamento militar. Consiste em um tipo de gasolina gelificada, feita através da mistura de gasolina com polímeros especiais que a deixam com a consistencia de um gel altamente inflamável." Assim nos informa a wiki. Inventada durante a 2ª guerra mundial, 1942, pelos americanos, teve sua fórmula modificada e foi intensamente usado pouco mais de vinte anos depois na guerra do Vietnã. Uma variante criada nessa época, chamada de napalm-B, é uma mistura de gasolina de baixa octanagem com benzeno e poliestireno, sendo usada no Vietnã. Ao contrário do napalm convencional, que queima somente durante 15 a 30 segundos, o tipo B queima por 10 minutos ou mais, com bolas de fogo, adere melhor e tem maior efeito destrutivo. Como o poder de queima do napalm original era afetado pelo fato da vítima mergulhar dentro d'água, nessa época adicionaram a fórmula fósforo branco, elemento químico que faz com que ele queime melhor e continue queimando intensamente mesmo embaixo d'água. O napalm gera temperaturas que vão de 800 a 1.200 graus Celsius. Esse cruel prazer de fazer sofrer teve sua obra prima exposta ao mundo na arte da foto acima, da menina submetida a tão cruel sofrimento documentado pela fotografia de Nick Ut da Associated Press. Como o homem, como raça e nação dita civilizada, consegue se entregar a um tal frenesi de prazer louco e cruel, ninguém até hoje conseguiu explicar.

Nenhum comentário: