1.12.06

Sem jeito

A flecha da saudade
acertou-me em cheio.
Óh que maldade,
partiu-me o coração ao meio.

Meio sem jeito,
cambaleando
e ferido no peito.

Te escrevo agora,
pois chegou a hora:
o momento do reencontro.

Autor Kleverson. 07.12.81

Nenhum comentário: