19.12.07

Os enciclopedistas.


Na linha inspiradora dos bons e velhos enciclopedistas, o Google resolve entrar no ramo das enciclopédias e criar a sua, chamada Knol ou Know, visando enfrentar a todo poderosa Wikipedia no próprio território dela, antes que ela entre com tudo no campo dos searchenbgines. Essa vontade de guardar o conhecimento na forma de enciclopédia apresentada pelos seres racionais e conscientes me leva a série Fundação, de Isaac Asimov, onde enciclopedistas "disfarçados" de psico-historiadores tetam salvar a humanidade. Me lembro também de um romance de ficção científica escrito por David Brin, chamado Maré alta estelar, no qual um planeta Terra povoado por Terranos sencientes constituídos por humanos, golfinho e chimpanzés espantam e infernizam a vida e forma de pensar de raças ancestrais que a muitos milhares de anos não geravam nada de inovador, mas simplesmente buscavam o conhecimento que queriam em uma Enciclopédia tão ou mais antiga quanto suas raças e que guardava a sabedoria de milhares de raças ancestrais.


Estaremos nós nos encaminhando para um momento num futuro deveras longíquo, mas nem por isso impossível, no qual estaremos dependentes do conhecimento acumulado e gerado no passado, sem iniciativa criativa? Quem viver verá.

Nenhum comentário: